Arquivo

Archive for the ‘Article Marketing’ Category

SEO para Assessores de Imprensa

Eu fiz essa apresentação há algum tempo para assessores de imprensa explicando o básico de SEO e dando algumas dicas para conseguir links através de artigos. A minha intenção era alinhar os meus esforços de link building com o trabalho de assessoria de imprensa da Englishtown. O visual poderia ser (bem) melhor e por isso eu fiquei adiando para colocar no meu blog quando tivesse tempo para melhorar as cores, fontes e tudo mais. Enfim, se depender de tempo essa apresentação vai ficar só no Slideshare. Vai assim mesmo!

Anúncios

Link Building através de Article Marketing

Desculpe o excesso de estrangeirismos no título, mas construir links através de marketing de artigo não me soa bem. Voltando ao assunto, article marketing é uma das formas mais eficientes de se conseguir links com palavras-chave em texto âncora e ainda dirigir  tráfego para o site. As duas formas de Article Marketing são Guest Posting (ops, sorry again) e Diretórios de artigos.

Guest Posting é atuar como escritor convidado em sites e blogs. Funciona bem para as duas partes: o dono do site ganha conteúdo novo sem ter o trabalho de escrever; o convidado aumenta o tráfego para o próprio site e consegue links, de preferência em forma de palavra-chave – o mais importante fator de rankeamento. (veja pesquisa do Seomoz)

O link em forma de palavra-chave pode ser inserido no texto, caso seja relevante, ou na assinatura. Guest posting é também uma ótima forma de conseguir links em sites que concorrem com o seu por posições no Google. Às vezes um site concorre por posições nos sites de busca, mas não concorre diretamente com a empresa. Links nesses sites são valiosos, já que o Google os considera relevantes para suas palavras-chave.

Nem tudo são flores em Guest Posting. É preciso oferecer conteúdo exclusivo para cada website em que vai atuar como escritor convidado. Isso porque dois artigos parecidos serão considerados conteúdos duplicados e somente um deles indexado pelo Google. Além disso, os donos dos melhores blogs ou sites exigem conteúdo exclusivo e é melhor manter uma boa relação com eles. Outra desvantagem:  seu link está a mercê do administrador do site, que pode colocar nofollow, mudar seu formato de palavra-chave para nome do site ou simplesmente “esquecer” de inserí-lo. Eu escrevi sobre isso em um post anterior, em como irritar um especialista de SEO – história real, aliás.

Diretórios de Artigos dão maior liberdade para inserir links em forma de palavras-chave. Alguns aceitam até três links por texto, outros apenas um link na biografia do autor. Lembre-se de trabalhar páginas internas do site e não adianta inserir três links para a mesma página, apenas o primeiro conta.

É importante também enviar artigos diferentes para cada diretório– novamente, conteúdos duplicados não serão indexados pelo Google – e enviar para o maior número de diretórios possível para ter um número maior de domínios apontando para as páginas do seu site. Os artigos são analisados por editores e podem ser aprovados ou não. Conteúdos muito comerciais dificilmente passam. Alguns demoram séculos para aprovar ou desaprovar um artigo!

Outro problema de diretórios de artigos é que são bem poucos no Brasil. Eu conheço menos de dez, enquanto que a francesa e a alemã que trabalham comigo encontraram mais de cinquenta em seus respectivos mercados:

Artigonal: eu não o utilizo, já que seus links são Nofollow;

Webartigos, Só Artigos, Central Artigos, Ancorador, Article Marketing Brasil e Super Artigos: cada um deles permite 3 links follow por texto;

Artigos: permite 1 link por texto;

Se alguém conhecer algum outro não listado aqui, deixe nos comentários. Vale uma pint de beer quando me encontrar em Londres! : )

Como Medir e Mostrar Resultados do Trabalho de SEO

O que eu mais gosto do trabalho como especialista em SEO é poder medir e visualizar os resultados. O trabalho de link building às vezes é cansativo e fica fácil perder o ânimo quando não se vê a recompensa. Em abril eu completei quatro meses na Englishtown e a mudança do tráfego gerado por busca natural e a variação da visibilidade do site, colocados em gráfico, mostram a diferença que o trabalho de SEO faz.

Para medir a visibilidade, utilizamos o software Advanced Web Rankings. O tráfego de resultados orgânicos medimos com a ajuda do Omniture. O software Advanced Link Manager nos mostra o número de links gerados. Apesar de não utilizarmos aqui na empresa, o Google Analytics é excelente e as Ferramentas para Webmaster do Google melhorou muito com as alterações anunciadas recentemente.

Toda semana eu meço a visibilidade do site e do tráfego vindo de busca natural. Coloco essas informações e o número de links em um arquivo de Excel e assim consigo gerar gráficos como esse abaixo.



Continuação em BrasilSEO

Como irritar um especialista em SEO

março 24, 2010 1 comentário

Uma forma eficiente de construir links para a empresa é através de Guest Posting. Ou seja, trabalhar como escritor convidado, colaborando com artigos para outros sites e blogs. Eles ganham conteúdo novo e interessante para seus leitores e quem colabora geralmente coloca um link para o site na assinatura, ou em alguns casos, dentro do texto.

Como eu gosto de escrever, guest posting é a minha estratégia favorita para conseguir novos links. Mas, infelizmente, nem todos os donos de site colaboram com o nosso trabalho. Enfrentei alguns problemas hoje que me inspiraram a criar esse guia básico de como irritar um especialista em SEO que atua como convidado do seu site.

Depois que aceitar a colaboração de um especialista em SEO para seu site ou blog, siga os três passos seguintes:

Primeiro passo: Sabe aquele link para o site que ele colocou na assinatura? Esqueça de publicá-lo, coloque apenas o nome do autor;

Segundo passo: Depois que ele enviar um e-mail perguntando sobre o link, publique-o, mas use o “nofollow”;

Terceiro passo: Depois de um tempo, envie um e-mail perguntando se ele quer continuar colaborando. Afinal, conteúdo novo é sempre bom.

Se você, assim como eu, faz guest posting, converse com o dono do site sobre seus links antes de  enviar o texto. Depois de publicado, verifique a fonte da página para ver se seu link é livre de nofollow. Se for vítima das ações acima, conté ate 10 antes de enviar e-mails para o engraçadinho.

Guest Posting para o site E-Dublin

Entre todos os chamados “sub-empregos” que os brasileiros conseguem em Dublin, um dos melhores é o trabalho como garçom. Entre as vantagens estão refeições gratuitas durante o intervalo e, em alguns locais, ótimas gorjetas.

Para conseguir um emprego como garçom é essencial ter um bom nível de inglês e alguns anos de experiência no currículo. Quanto ao nível do inglês não dá para enganar, mas já as experiências… Eu sei que a nossa mãe ensinou a não mentir, mas se você nunca trabalhou como garçom, vale a pena tentar. Os restaurantes dificilmente checam experiências fora da Irlanda, mas pedem que os candidatos façam um “trial” – que significa trabalhar algumas horas de graça – para avaliar a performance. Continuação

Perguntas no Seomoz

março 19, 2010 1 comentário

Dia 26 de fevereiro eu me tornei pro-member no site Seomoz. Isso me da o direito a duas perguntas públicas no Q&A. Uma das delas foi sobre Article Marketing:

Hi Seomoz,

I am doing Article Marketing at the moment and investing my time in Guest Posting and Article Directories. Is Article Marketing completely white hat or could I have problems by using anchor text with my KW on my signature or links to internal pages on articles directories?

I also would like to know how can I check how good an Article Directory is (excluding the elements follow/nofollow and Page Rank). I heard that there are many other elements that make a directory give better link juices than the other. If it’s true, which elements are they?
Thanks,

Resposta:
*
Dr. Pete

Date Sent: 19 seconds ago

Article marketing is one of those areas where I think whether it’s white-, gray-, or black-hat really depends a lot on how you approach it. If you write quality, unique articles or guest posts for high-authority sites relevant to your own site, that’s completely white-hat and can be extremely effective. Of course, it also takes quite a bit of work.

If, on the other hand, you slap together a 500-word article and post it on 100 sites, many of which are questionably relevant or low-authority, now you’re getting a lot grayer (not saying that you’re doing this, just illustrating the point). There are a few problems: (1) that content will tend to be seen as duplicate and get filtered out, (2) those low-quality links may get devalued or even penalized, if taken to extreme, and (3) the anchor text is likely to be heavily duplicated, which could also devalue those links.

For any given source you’re looking to link from, I think there are a handful of things to consider beyond nofollow and PR:

(1) Relevance – Is the site/directory all on the same topic as your site, or is it a mish-mash of everything?

(2) Quality – Does the site require a review process or human editing, or can just anyone slap up an article?

(3) Quantity – Will you be one of a handful of articles posted every week/month, or one of hundreds or thousands? Similarly, are there 5 links on each page or hundreds. Every link or additional piece of content is diluting your content/link.

(4) Payment – Are you paying to submit an article? There’s a fine line between a directory submission fee and a paid link, and Google can look kindly on pay-per-play.

A minha outra pergunta foi se eles têm um convite extra para eu poder ir ao SMX London. O Scott respondeu que o Seomoz não vai fazer palestra nesse evento, entao não tem acesso a convites gratuitos. Em contrapartida, como pro-member Seomoz eu tenho direito a 15% de desconto.

A conversa abaixo:

Hi Seomoz,

I would like to ask if any of the Mozzers, by any chance, have a spare ticket to SMX London. I am dying to go, but it’s too much for my pocket 🙂

Sorry if that’s not the right/ best place to ask it.

Cheers,
Paula

Resposta:

Great scott
Date Sent: 7 hours, 3 minutes ago

Hi Paula,

Alas, we only get free tickets if we’re speaking. That said, PRO Members do get a discount on SMX Events. Just use the code SEOmoz@SMX when registering and you’ll save 10-15% depending on the event.

Cheers,Scott

Conclusões: Posso continuar trabalhando em Article Marketing da mesma forma que tenho feito durante esses dias 🙂 e não, não irei participar do SMX London 😦

Guest Posting para o site Inglês Online

Enquanto morei em Dublin, de agosto de 2007 a abril de 2009, trabalhei como garçonete em diversos bares e restaurantes da cidade. Entre eles estão o Lemon Jelly, a The Church e o Gary Rhodes, e o último foi o restaurante da Guinness Storehouse.

Atualmente moro em Londres e não trabalho mais como garçonete, mas tenho boas recordações da minha vida atrás do avental. Continuação

%d blogueiros gostam disto: