Arquivo

Archive for the ‘Palestras e Eventos’ Category

Dicas do Pro SEO – revendo as palestras antes do Pubcon

novembro 6, 2010 2 comentários

Quase uma da manhã aqui em Londres. Estou esperando meu vôo para Las Vegas que sai às 9 horas. Para chegar ao aeroporto duas horas antes do vôo, tenho que sair de casa às 5:30. Decidi passar a noite acordada, guardar o sono para o avião, e rever algumas palestras do Pro SEO antes de ser inundada por mais informações no Pubcon.

Segue então a cobertura de algumas das palestras do Pro SEO.

 

Análise de Sites ao Vivo, com Rand Fishkin, Tom Critchlow e Stephen Pavlovich.

– Excesso de otimização pode prejudicar o site.

Excesso de links no rodapé, como nesse site ou links para páginas internas que não soam naturais para os usuários não apenas não ajudam, mas também podem atrapalhar o rankeamento de um site.

 

excesso de links no site

 

-Melhor estrutura para o blog da empresa: http://www.domain.com/blog

Um blog atrai links mais facilmente do que a parte comercial do site e colocá-lo em um subfolder ajuda o site todo.

O conteúdo do blog deve ser feito para os usuários, não para os mecanismos de busca. Não exagere na otimização de títulos e linkagem interna.

– Cuidados no check-out do site:

Use Ajax para identificar se o usuário é novo e não o tire da página do produto que ele quer comprar. Pedir o mínimo de informações possível e nunca, jamais e em hipótese alguma solicitar data de nasimento. Cuidado com vouchers de desconto – o cliente pode querer sair da página de check-out para procurar o desconto na internet. Não indicar o preço em vermelho – usar verde ou preto.

– Se o site for proibido para menores e a verificação da idade do usuário obrigatória, use JavaScript overlay.

Exemplos: Johnnie Walker x Smirnoff. O site da Smirnoff é o melhor exemplo. O uso do JavaScript overlay permite que o conteudo da página principal seja rastreado pelos mecanismos de busca.

Outras dicas:

Participar de sites como o Quora para interagir com a comunidade do seu setor e sites sociais para promover produtos diferenciados, como esse do site Prezzi Box.

 

imagem link bait

 

 

Arquitetura da Informação e Navegação Facetada, com Duncan Morris (@duncanmorris)

Navegação facetada permite que você encontre informações por caminhos diferentes. Por exemplo, classificar os produtos do site por preço, modelo, cor etc.

“SEO deve ser invisível no site, atrás de uma arquitetura de informação inteligente e incrível experiência para o usuário.”

Alguns problemas comuns em sites maiores:

– Conteúdo duplicado, falta de conteúdo único nas páginas;

– Várias páginas concorrendo pelas mesmas palavras-chave;

– Páginas sem inbound links;

– Páginas não indexadas;

Dicas:

– Usuários do site são preguiçosos. Deve-se sempre facilitar a busca deles pelo que procuram;

– O objetivo é indexar 100% das páginas de produtos e criar o menor número de páginas de navegação possível;

– Todas as páginas devem ser acessíveis da página principal com o mínimo de cliques possível;

– Use técnicas de Javascript para filtrar e ordenar produtos do site;

– Defina a hierarquia das categorias e mantenha as urls limpas. Cuidado para não criar páginas duplicadas com urls diferentes, como no exemplo

http://www.lovefilm.com/browse/film/dvd/action/

http://www.lovefilm.com/browse/film/action/dvd/

– Encontre o diferencial de cada página importante e construa conteúdo único para cada uma delas;

– Exclua do index páginas geradas por resultados de busca interna do site.

 

 

Mais informações sobre o assunto:

http://searchengineland.com/a-turning-point-in-the-field-of-seo-44561

Livro indicado: Search Patterns (Design for discipline-making) – Peter Morville

http://www.google.com/support/forum/p/Webmasters/thread?tid=382b94ee7159f659&hl=en

 

 

Enfrentando a canibalização de links causada pelo Twitter , com Rand Fishkin (@randfish)

Há dois ou três anos era muito mais fácil conseguir links através de bom conteúdo. Hoje, no lugar de comentar o conteúdo no blog com link para o site, as pessoas tuitam e compartilham no Facebook. Como conseguir os tradicionais links que os mecanismos de busca valorizam?

Tática 1: Conteúdo embutível  (“embeddable content” em inglês)

Exemplos: infográficos, selos (badges) e Widgets;

Tática 2: Pesquisas e dados, rankings e prêmios para bloggers, explicação de conteúdo complicado, como nesse post.

Tática 3: Sindicar conteúdo. Melhor exemplo: atuar como escritor convidado em sites e blogs;

Tática 4: Procurar nichos em que twitter não é tão popular. Em fóruns tradicionais utilizados por profissionais menos expertos em internet links são dofollow (mas não abuse!);

Tática 5: Pedir links para amigos, familiares, parceiros, clientes e vendedores;

Tática 6: Torne seus tweets e de líderes da indústria em conteúdo para o seu site;

Tática 7: Twitter pode estar influenciando alguns rankings e é ótimo para dirigir tráfego para o site. Procure os influenciadores do mercado. Número de seguidores não é importante. O mais importante é o CTR – ou seja, quantas pessoas clicam nos links que você posta nos seus tweets. Melhor métrica: “Rank” da ferramenta TwitterGradder;

Alguns Tweets sobre a palestra.

 

 

Link Building Avançado, com Wiep Knol

A palestra do Wiep foi definitvamente uma das melhores do evento. Não que ele tenha falado muita coisa nova, mas ele mostrou que link building deve ser feito de forma estratégica e contou um caso real de sucesso.

A agência dele foi contratada para link building por um site novo da indústria de viagens, uma das mais saturadas e competitivas. O desafio era usar apenas conteúdo para construir links.

O que ele fez:

– Buscou outras audiências em sites de indústrias menos saturadas. Entre elas: Sites religiosos, sites sobre comida e sites oficiais de cidades e países. Buscou idéias de conteúdos comuns para ambas as indústrias.

Para conseguir links em sites religiosos, criou um artigo bem elaborado em imagens e texto sobre as igrejas mais bonitas do mundo. Segundo ele, a tática deu certo porque atingiu um público que tem interesse em divulgar o conteúdo criado.

 

Fonte

 

Conseguiu links em sites da indústria alimentícia através de artigos sobre alimentos estranhos encontrados em diversas cidades do mundo. Segundo ele, a audiência de sites de alimentos é apaixonada pelo assunto e gosta de divulgar bom conteúdo.

 

comidas estranhas - link bait

Fonte

 

Para conseguir links em sites oficiais, eles criaram artigos sobre as estações de trens mais bonitas do mundo. Ele contou que teve muita sorte, já que o prefeito de Bruxelas tinha acabado de gastar uma fortuna na reforma da estação de trem da cidade – uma das apontadas entre as mais belas no seu artigo – e por isso conseguiu links no site oficial e os assessores de imprensa do governo o ajudaram a divulgar o artigo.

 

Fonte

 

Resultados:

Cerca de 900 novos domínios apontando para o site;

Três links em PR8, 21 em PR7 e 56 em PR6;

Sete links em sites concorrentes;

Nenhum link foi pago;

Apenas 20 links foram solicitados;

Mais de 25 citações em jornais nacionais;

Duas entrevistas em radio e duas menções na TV;

Inclusão na sugestão do Google da Bélgica; (não ficou claro a inclusão foi do site ou dos artigos)

Respeitável ranking para um site novo;

 

 

Apesar da palestra ter sido muito interessante, ele não divulgou o site e por isso não é possível verificar a as informações passadas. Ele disse que a elaboração dos artigos foi a parte mais difícil da estratégia, mas não explicou se inseriu links para o site dentro do artigo ou como assinatura do autor.

Eu tentei encontrar os artigos dele no Google e encontrei diversos artigos com os títulos citados, mas nenhum deles continha link para sites de viagem. De qualquer forma, fica a idéia como dica: Produzir bom conteúdo e se destacar dos seus concorrentes com links em sites de autoridade.

Update: Já são 4:30. Hora de me preparar e partir. It’s Vegas time! 🙂

Anúncios

Desvalorização de links em indústrias competitivas – ProSEO

Patrick Altoft explicou em palestra no Pro SEO como se visualiza o perfil de links de um site para sua estratégia de link building. Sites com muitos links em forma de marca podem precisar de mais links em forma de palavras-chave e vice-versa.

Ele deu uma boa notícia para SEOs: Links em forma de nome da empresa não só tornam o perfil do seu site mais natural, como também fazem com que os mecanismos de busca o reconheçam como marca. Ele disse que um site com a marca fortalecida – ou seja, com bons links em forma de nome da empresa – não precisa de tantos links em forma de palavras-chave para melhorar de ranking. Ainda, sites com marca fortalecida são mais difíceis de serem penalizados por compra de links.

Uma dica bacana foi a visualização dos back links em forma de nuvem de tags. Para isso, basta baixar a lista de texto âncora dos links para o site que você está analisando e inserir no Wordle. Dessa forma, fica fácil visualizar se o site tem um perfil de links natural e quais palavras-chave apontam para ele com mais frequência.

Segue a apresentação dele abaixo. Essa foi passada no a4u Expo London, mas é a mesma do Pro SEO.

Pro SEO em Londres

outubro 29, 2010 6 comentários

Você não precisa participar das conferências de marketing online para saber o que aconteceu. Os participantes tuitam tudo o que os palestrantes falam e alguns blogam ao vivo. Os slides das palestras estão disponíveis na Internet logo após o evento e apresentações são filmadas e publicadas no dia seguinte. É possível “economizar uma grana, evitar uma ressaca dos infernos e aprender muita coisa nova em conferências, mesmo sem participar delas” – como atesta Claire Carlile. Mesmo assim, esses eventos são imperdíveis e não teve uma pessoa com quem eu tenha conversado na festa de encerramento que não iria novamente.

Como em qualquer conferência, algumas palestras se destacaram. Eu gostei especialmente da  “Arquitetura da informação e navegação facetada”, com Duncan Morris, “Linkbuilding avançado”, com Wiep Knol, “Pesquisa de palavras-chave”, com Richard Baxter, das sessões “SEO em indústrias competitivas”, com Jane Copland, Patrick Altoft e Martin MacDonald e a de “Budget para Link Building” com Will Critchlow e Rand Fishkin.

Foram apenas dois dias, mas páginas e páginas de anotações que fiz durante as palestras. Estou na correria me preparando para o Pubcon Las Vegas em menos de duas semanas e Brasil em dezembro. Estava preparando um resumo das sessões, mas está dando um trabalho absurdo para transformar tanta informação em um artigo.

Por isso, se você quiser informações sobre alguma palestra em especial deixe um comentário ou entre em contato comigo pelo twitter ou e-mail. Ainda, se você estiver no Rio de Janeiro a partir de dezembro, pode me convidar para uma cerveja que eu conto tudo que rolou no evento. 🙂

 

Categorias:Palestras e Eventos

Material de estudo: Search Rankings & Statistics

outubro 7, 2010 6 comentários

Apresentado pelo Seomoz durante o evento Inbound Marketing Summit 2010.

Mais em http://www.seomoz.org/dp/ims2010

Categorias:Palestras e Eventos, SEO

Estratégias de Link Building – SEO In-house x Agência

setembro 1, 2010 8 comentários

Estou usando o Google Real Time para acompanhar o Seomoz Training (#mozinar). Não vou fazer os melhores tweets do evento dessa vez por falta de tempo e também para não estragar a minha surpresa, já que irei pessoalmente ao mesmo evento que acontecerá aqui em Londres! 🙂

Entretanto, alguns tweets me chamaram a atenção. O palestrante Rob Ousbey deu algumas dicas de link building, como mentir na descrição do seu trabalho (dizer que você é Relações Públicas da empresa em vez de SEO) e contribuir com jornalistas.

Eu fazia muito isso, instintivamente, quando era SEO in-house da Englishtown, como nesse artigo em que me apresento como “Relações Públicas online” e  essa entrevista que consegui com um dos nossos diretores publicado no site da USP. Eu descobri que o Enio tinha sido aluno da USP, liguei para a assessoria de imprensa da FEA e atuei como ponte entre os dois. A única coisa que eu tinha pedido – e eles concordado – era que os leitores pudessem acessar o site da Englishtown através do artigo (sem dizer a palavra link). Meu contrato acabou antes de sair a matéria e, apesar de ter deixado as instruções por escrito sobre esse link em potencial para o profissional que me substituiria, a entrevista foi publicada sem o link. 😦

Atualmente, porém, não consigo mais atuar como “Relações Públicas online” dos meus clientes. É muito diferente trabalhar em agência. Enquanto antes eu tinha o mês inteiro para fazer link building para apenas um cliente, hoje cuido de nove ao mesmo tempo. Além disso, SEO in house tem contato constante com o produto e com a marca, podendo falar com mais propriedade sobre a empresa quando aborda outros sites do setor.

Como faço link building hoje para nove sites? Bom, depende do setor e do budget do cliente, mas o processo em geral é mais automatizado. Um exemplo é a utilização de softwares como Unique Article Wizard e o SEO Link Vine. Neles, incluímos artigos com links e palavras-chave e eles se encarregam de distribuir para diversos blogs e diretórios. Enquanto antes eu escrevia pessoalmente os artigos, hoje apenas os encomendo. As vantagens são óbvias, já que em menos tempo consigo muito mais links, mas em compensação a qualidade deles não é a mesma.

Uma saída é se unir a profissionais de RP das empresas. Fiz uma apresentação sobre isso segunda-feira passada para meus colegas da agência cujo título era “Como trabalhar com profissionais de Relações Públicas para atingir metas de marketing online”. Vou publicar os slides e falar mais sobre isso em outro post. Agora preciso ir,  amanhã a I Spy completa cinco anos e preciso descansar para a festa. 🙂

Eu vou ao Pubcon =)

Confirmado, eu realmente irei ao Pubcon em novembro! Mostrei o link do evento para um dos gerentes da agência e ele gostou do meu interesse e iniciativa. Ele conversou com os outros gerentes e me pediu para colocar por escrito por que eu quero ir ao Pubcon, eventos que pretendo assistir e por que seria interessante para a agência patrocinar a minha participação. Fiz tudo mais do que depressa e ontem tive a confirmação, eles já pagaram o meu ingresso. Vôo e hotel serão por minha conta, mas já ajuda bastante. Estou muito feliz, não vejo a hora de novembro chegar!

Categorias:Palestras e Eventos

Melhores Tweets do #searchlabs

E hoje sim o evento brasileiro gerou alguns tweets interessantes. Queria ter visto a palestra do Flávio Raimundo, que parece ter sido irada. O Cassiano também deu boas dicas de link building e a Vanessa Fox… Bom, é a Vanessa Fox. Pena que ela passou a maior parte da palestra mostrando erros em sites e a galera hipnotizada esqueceu de twitar. Segue então a minha seleção dos melhores tweets do Search labs.


frankmarcel pagerank = global link popularity #searchlabs

frankmarcel text links ads não funciona, @stuntdubl #searchlabs … tem gente q diria o contrário..

estudiodecom Interessante RT @kavinski: Dias chuvosos aumentam impressoes e taxa de cliques em anuncios. #searchlabs

elvisdetona Otimização prematura é a raiz do mal #searchlabs

fabioricotta Publiquei a minha palestra do #SearchLabs: O Impacto dos Resultados Personalizados http://bit.ly/bJzTU2

frankmarcel e na hora de buscar links, avaliar mozMetrics do domínio, idade, etc. #searchlabs @stuntdubl

frankmarcel os lugares na página onde se paga mais em ads, tb são os melhores lugares para se conseguir links #searchlabs @stuntdubl

Gerson_Ribeiro Obrigado a todos pela presença na Palestra “Teste Multivariavel p/ Landing Page” #searchlabs. Download e comente! http://slidesha.re/bll61r

djavan Você Sabe o Que Vai Escrever Daqui A Um Ano? o Flavio está dizendo que sabe #searchlabs

midia8 Quando vc não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve – @flavio_raimundo no #searchlabs

kavinski Pq as empresas fazem planejamento anual de mkt e afins mas nao de conteudo? @flavio_raimundo #searchlabs

midia8 A melhor forma de prever o futuro é planejá-lo – @flavio_raimundo no #searchlabs

midia8 Gerar conteúdo é a melhor forma de ajudar sua organização – @flavio_raimundo no #searchlabs

estudiodecom Conteúdo único, relevante e de qualidade não são suficientes, devem ser publicados na hr certa e numa plataforma amigável #searchlabs

diegoalex Conteudo único,relevante e d qualidade é suficiente?Não!Precisa ser na hora certa e numa plataforma amigável @flavio_raimundo no #searchlabs

midia8 Aumento da qualidade: vc escreve com antecedência e reescreve qdo for efetivamente publicar -@flavio_raimundo no #searchlabs

ricardocalvo Se vc planejar a publicacao do seu conteudo, o marketing pode trabalhar antecipadamente #searchlabs @flavio_raimundo

estudiodecom Quem disse que jornalismo e comercial não trabalham juntos? Planejamento de conteúdo também ajuda o setor comercial #searchlabs

vmoraes Conteudo é um investimento com ROI garantido.

ranieri RT @ricardocalvo: Engajamento do seu cliente é fundamental #searchlabs

Williet Menos 1 slide no meu ppt: se vc copiar o primeiro colocado, vc será sempre o segundo. #searchlabs

RenatoFonseca #searchlabs Site Clinic – Sitemap: Segmentar por áreas ajuda o Google a entender melhor seu site (conteúdo)

ricardocalvo Fazer SEO é paciencia, quem tem pressa vai para o PPC #searchlabs @flavio_raimundo

marciokonfide “As dores da disciplina são muito menores do que as dores do arrependimento” @flavio_raimundo #searchlabs

latinwriter Segmentação de conteúdo aliado com informações originais ajudam branding do site #searchlabs – via @MichaelTSG

JefMS Show de bola RT: @agenciaao5: Colocar 4x a mesma palavra no title é Black Hat? Não!!!! É burrice! #searchlabs (via @elvisdetona)

agenciaxy2 Vídeos nas páginas de produtos geram mais conversões em vendas! Dica do @fabioricotta no #SearchLabs

ranieri RT @agenciaao5: @flavio_raimundo ” Ouçam o #searchcast http://www.searchcast.com.br#searchlabs (Recomendamos tb)

wylyan Eduque seu cliente mostrando que o conteudo gera dinheiro, fale a lingua do cliente mas eduque-o. #searchlabs by @flavio_raimundo

gabrielpbarbosa #vaga na equipe de PAID SEARCH/LINKS PATROCINADOS da @Catho_Online. Email p/gbarbosa@catho.com.br c/ CV e pret. $$ #searchlabs

nascii Dica do @cassy82: ferramenta para identificar perguntas comuns no seu assunto -> http://labs.wordtracker.com/keyword-questions/ #searchlabs

agenciaao5 www.opensiteexplorer.org , pegue o resultado em csv e analise melhor no excel… Dica de @cassy82 #searchlabs

estudiodecom Press Release e Guest Post também são formas de ganhar links pra o seu site #searchlabs

kakamachine Faça guest posts em blogs na sua área #dica #linkbuilding #searchlabs

marciokonfide Excelente dica de pesquisar usernames em diversas redes sociais – www.namechk.com (via @cassy82)

marciokonfide Dica de site www.widgetbox.com @cassy82 #searchlabs

estudiodecom Participação em blogs/fóruns: procure por blogs/fóruns na área, façam comentários relevantes, coloque sua assinatura e foto #searchlabs

estudiodecom Dica do @cassy82: troca de links = 1 é pouco, 2 é bom, três é demais. Use com moderação pessoal #searchlabs

marciokonfide Tenho trauma de compra de links! Você está disposto a arriscar e perder tudo? @cassy82 #SearchLabs

GugaAlves Upload feito! ‘WordPress SEO – SearchLabs 2010’ tá lá no SlideShare. http://slidesha.re/cezHof #searchlabs

estudiodecom Dicas para ganhar links: campanha viral, infográficos, patrocínio em eventos , colaboração com instituições #searchlabs

marciokonfide Excelente dica do @cassy82 pesquise – site:.org.br “links recomendados” #searchlabs

estudiodecom “Os links mais importantes de um site serão aqueles que seus concorrentes não conseguirão ” via @cssy82 no #searchlabs

estudiodecom Nenhuma ação de linkbuilding tem o mesmo efeito se não há um bom conteúdo #searchlabs

marcelmouta Personalize a landing page com foco nas long tails, acredite: a conversão vai aumentar! #searchlabs

estudiodecom Boas práticas para o seu site: os visitantes devem encontrar o que procuram e os robôs devem ter acesso ao seu conteúdo rico #searchlabs

DuduDoSEO Pra quem não viu – Top 8 fatores relevantes para #linkbuilding – Muito interessante: http://migre.me/10Jz2 #searchlabs

estudiodecom Navegação fácil: breadcrumbs, caixa de busca, categorias organizadas, cor dos links e páginas já visitadas #searchlabs

MarceloSEO Palavra chave na url é compreendida pelo google não importa a posição Pedro Dias #searchlabs

ranieri RT @kavinski: Receita p/ sucesso nos resultados de busca: conteudo unico @pedrodias #searchlabs / foquem em conteúdo de qualidade

midia8 Seu site não deve produzir páginas em excesso e tags sem relevância – @pedrodias no #searchlabs

Williet RT @MarceloSEO: Código 503 é a melhor prática para sites em manutenção Pedro dias #searchlabs

midia8 Reveja erros de rastreio, concerte links quebrados e torne páginas 404 mais amigáveis – @pedrodias no #searchlabs

midia8 O pagerank é apenas um dos motivos de rastreamento do Google – @pedrodias no #searchlabs

midia8 Veja quem linka você; aprenda com seus fãs – @pedrodias no #searchlabs

heverex RT @agenciaao5: O Google entende Url’s “não amigáveis” (produtos.php?cat=macarrao..),prefira as amigáveis(/macarrao-matou-elisa) #searchlabs

andredemoraes Quando fizer manutenção no site, use redirecionamento 503. #SearchLabs via @pedrodias, do Google.

Williet RT @kavinski: Widget do google p/ personalizar pgs 404: http://j.mp/9VX571 @pedrodias #searchlabs

estudiodecom Para @pedrodias vc primeiro recebe recomendações via social media e depois pesquisa, se o site for bom, ocorre a conversão #searchlabs

fabianemlima Dicas de como instalar a aba de ecommerce no #searchlabs. Não pôde assistir? Mais info em: http://bit.ly/5Y7BS3 #searchlabs

kavinski Se vc esta preocupado c/ mta coisa nao esta fazendo SEO, esta fazendo paranoia. @pedrodias #searchlabs

alexandretarifa Se vc quer ouvir algo útil de SEO não assista uma palestra de um funcionário do google #searchlabs

MarceloSEO 301 não passa 100% da relevância Pedro dias #searchlabs

CamiloCoutinho RT @fabianemlima: Não tem e-commerce, goals servem para análise de conversão. Mais info em: http://bit.ly/58Hosr #searchlabs

andredemoraes Em 5 anos, o acesso a internet será maior via mobile e menor pelo Desktop. #SearchLabs

midia8 Tenha certeza de que vc tenha pelo menos um link para cada página do seu site – @vanessafox #searchlabs

carlosduplar Mayday update baixou relevância de páginas com resultados gerados por buscas internas @pedrodias no #searchlabs

kakamachine Pesquisem mais sobre local search… That’s The future! #searchlabs

agenciaao5 RT @kavinski Hospedagem compartilhada com vizinhos black hat nao prejudica seu site @pedrodias #searchlabs//+ 1 mito derrubado

diegoalex Sempre use 301 pra redirect e 503 para server down… Nunca 302 e 403… #searchlabs

analigiamartins Apenas 3% dos visitantes agem como queremos em landing pages. E os 97%?#searchlabs

agenciaao5 A @vanessafox (ex Google) recomenda não usar Flash em Websites \o/ #searchlabs

fabioricotta Os usuários que mais tweetaram sobre o #searchlabs até agora http://twitpic.com/29s2x9 //Utilizando a Tweet Analysis, nossa nova tool =)

PomarDesign “Ao inserirmos vídeos em um site, o que importa para os mecanismos de busca como o Google é a descrição do vídeo” @vanessafox #searchlabs

fabianemlima Aliás, não pôde ver essas dicas ao vivo? Tem mais dicas de otimização de imagens aqui: http://bit.ly/7dcCD7

juliobitencourt RT: @elvisdetona: RT @agenciaao5 A @vanessafox (ex Google) recomenda não usar Flash em Websites \o/ #searchlabs // A VÁ! É MESMO?

diogenespassos SEO tem melhores praticas, mas cada trabalho é único devido a inúmeros fatores, desde tecnologia à industria do cliente. #searchlabs

%d blogueiros gostam disto: